Contos & Sons - Solução [3]

segunda-feira, 21 de março de 2011


Olá a todos os meus amiguinhos como vão vocês?

Eu estou muito bem, obrigado.

O Contos & Sons da semana passada gerou muitos problemas pelo nível de dificuldade encontrado no conto. Dessa vez eu tenho que reconhecer que eu tive de fazer um exercício de imaginação para conseguir chegar à um conto que fizesse sentido, pois a música mesmo nos traz poucas informações.

Mas como a música é um clássico, não poderia ter ficado de fora. Minha solução foi pegar frases no meio da música, colocá-las no meio do texto e tentar formar o conto. Mesmo assim não obtive muito sucesso. Então após pesquisar em fóruns sobre o significado que as outras pessoas imaginavam ser, encontrei um que se encaixou perfeitamente na música e então me baseei nisso.

Foram várias trocas de palpite entre vocês, e por incrível que pareça, uma boa parte obteve muito sucesso.

Então, aproveitando esse início de semana, vamos ao que interessa para começar a segunda-feira fervendo.

Aqui vai a tão esperada resposta... Curtam aí... Queen:




Bohemian Rhapsody é uma canção composta por Freddie Mercury, gravada originalmente pela banda Queen em 1975 no álbum A Night at the Opera. Esta canção possui uma estrutura musical incomum para a música popular, o que a faz ser considerada por muitos uma obra de rock progressivo. Suas seis sessões não possuem um refrão. Foi lançada como compacto e tornou-se um estrondoso sucesso comercial. Ela esteve em 4 álbuns do Queen entre os 20 mais vendidos e teve um videoclipe que ficou conhecido mundialmente, marcando a carreira da banda.

Pela revista Rolling Stone, é classificada na posição 163º na lista de "As 500 Melhores Músicas de Todos os Tempos", e o seu álbum está na posição 152º na lista dos 200 álbuns definitivos do Rock and Roll Hall of Fame.

Na tentativa de descobrir o significado dela, nos deparamos com as seguintes explicações:

O que se sabe é que eram 3 canções que Freddie juntou numa só. A banda conta que Mercury tinha um mapa da canção riscada na sua agenda e que só ele sabia decifrar.


Estas 3 canções foram gravadas separadamente, e durante as gravações só Mercury sabia como cada uma seria encaixada na musica. Não se sabe ao certo, mas acredita-se que foram utilizados cerca de 5 estúdios para a gravação da faixa, para gravar os backing, as vozes e os overdubs e que foram utilizados estúdios diferentes. Há cerca de 180 vozes gravadas na parte operística de BoRap. O riff de guitarra após a parte operística foi composto por Freddie, ele fez os acordes no piano e cantou para Brian May como ele deveria tocá-lo.


O próprio Freddie nunca explicou ao certo o significado da música. Existem algumas pessoas que afirmam que ela é uma metáfora, sobre a sexualidade de Freddie e do julgamento que as pessoas faziam sobre este tema, e que sua letra fala sobre julgamento, num contexto de como as pessoas gostam de julgar as outras, como na parábola bíblica da mulher adúltera "Quem nunca errou que atire a primeira pedra", porém isso não passa de mera especulação. O que dá para compreender perfeitamente é o seu título Bohemian Rhapsody - Rapsódia Boemia, já que Rapsódia significa musica com vários estilos diferentes, é um termo utilizado para descrever trabalho que engloba muitos estilos, tanto para a música, quanto para o Teatro, cinema, literatura, etc. Já que Rapsódia é uma obra de arte que contempla vários estilos, ou seja, perfeitamente o que vemos em Bohemian rhapsody, uma obra de arte que funde, Pop, Heavy, Ópera.

Porém nada disso é confirmado por ninguém da banda.

Em uma entrevista, Brian May disse:

What is Bohemian Rhapsody about, well I don't think we'll ever know and if I knew I probably wouldn't want to tell you anyway, because I certainly don't tell people what my songs are about. I find that it destroys them in a way because the great thing about about a great song is that you relate it to your own personal experiences in your own life. I think that Freddie was certainly battling with problems in his personal life, which he might have decided to put into the song himself. He was certainly looking at re-creating himself. But I don't think at that point in time it was the best thing to do so he actually decided to do it later. I think it's best to leave it with a question mark in the air.


Bom, parece que será difícil conseguirmos descobrir qual o real significado da música. Em um fórum qualquer, encontrei uma explicação sobre um garoto que comete suicídio, e, ao descer até as profundezas, se arrepende pelo feito, tanto pelo sofrimento que causou à sua mãe, quanto à perda da vida propriamente dita. A partir disso comecei a construí-lo.

Espero que tenham gostado.

Segue a pontuação:



E até a próxima postagem. Aguardem...

Quem ainda não se inscreveu, para receber as postagens da promoção 24 horas antes dos demais veículos de divulgação, para obter uma preciosa vantagem, faça isso sem demora, no link: http://depositodecontos.blogspot.com/p/inscreva-se.html

2 Comentários:

Rainier Morilla disse...

Yeah! Fucking good song!

Essa é clássico dos clássicos!

adiministrador disse...

Nossa agora fiquei muito feliz :D :).... finalmente acertei uma, animo meu dia rsrsrsrsrsrrs acertei finalmente